|

Encerrada a greve dos Correios em Minas

Trabalhadores dos Correios encerram greve na Grande BH

Os trabalhadores dos Correios em Belo Horizonte e região decidiram encerrar a greve durante uma assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (9). Segundo o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios e Telégrafos e Similares do Estado de Minas Gerais (Sintect-MG), a greve na capital mineira começou no dia 17 de setembro.

Ainda de acordo com a entidade, os trabalhadores retomam as atividades na manhã desta quinta-feira (10). A decisão foi tomada após determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O tribunal decidiu que a greve não foi abusiva, mas mandou que os empregados compensem os dias parados por duas horas diárias em até seis meses. O TST analisou o caso num processo de dissídio porque não houve acordo entre trabalhadores e a empresa.

Ficou definido que os trabalhadores receberão reajuste de 8% conforme acordo firmado com a
Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). O aumento será retroativo a agosto. Os empregados queriam que o reajuste se estendesse para o vale-alimentação, mas ficou definido que será seguida a proposta da empresa, de 8% para os salários e 6,27% para o vale.

O TST também determinou que o plano de saúde dos trabalhadores se mantenha como é atualmente. Os empregados têm um plano admnistrado pela empresa e qualquer alteração só pode ser feita por comissão de trabalhadores e dos Correios.

Segundo os Correios, nos últimos dias, a adesão à greve estava em torno de 3% em Minas. Nesta quarta-feira (9), em Belo Horizonte, 140 dos 2.710 trabalhadores estavam paralisados, conforme a empresa. G1

 

Deixe um comentário